sábado, fevereiro 29

CÂMARA APROVA PLANO DECENAL DE EDUCAÇÃO

Não há paz sem ter havido guerra. Não há vitória sem luta. Não se conquistam louros sem se ter lutado e vencido. Paz é a companheira ideal da criatura. Mas dificilmente é conquistada, porque queremos possuí-la sem merecê-la. Não há guerra mais nobre e edificante do que a que se trava para obtenção da paz interna, da única e verdadeira paz. A paciência de se estudar a si mesmo, a vigilância constante, o cuidado com os menores gestos, palavras, pensamentos são o que pouco fazemos, por isso somos levados a trancos e barrancos, pelas estradas obscuras e inseguras da vida. Conquistar é transpor barreiras, vencer desafios,e alcançar a vitória almejada na luta do dia a dia. Nossa Vitória na aprovação da Lei do Plano Decenal é de todos capitolinos. Agradeço a Deus por iluminar-nos nas conferências, seminário, fóruns e reuniões periódicas, agradeço a equipe do Departamento Municipal de Educação de Capitólio, os Professores, as Professoras, os especialistas, as diretoras e diretores, o Sindicato dos Servidores, os demais departamentos, as instituições, os debatedores, os Membros do Conselho de Educação, os Membros da Comissão elaborada para escrever o PME, os pais e mães presentes nas conferências e por final o meu agradecimento todo especial aos vereadores que entenderam o bom combate e votaram a favor de Capitólio. Pequenos erros corrigem-se, não há vida sem correção, sem retificação. Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão.










Os vereadores de Capitólio aprovaram, por unanimidade, o Plano Decenal de Educação do Município, que planeja os próximos dez anos do setor educacional, com objetivos, metas e ações propostas a curto, médio e longo prazo, para a educação.
Há mais de um ano que pais, professores, diretores, alunos, autoridades ligadas à educação, bem como a comunidade civil vêm debatendo e discutindo os caminhos para a educação de Capitólio, através de conferências e seminários.
O plano de educação é um documento, com força de lei, contra a descontinuidade das políticas, pois orienta a gestão educacional e referencia o controle social e a participação popular. Trata-se, pois, do principal instrumento da política pública educacional.
“A aprovação do Plano Decenal foi uma vitória de todos capitolinos. Agradecemos a Deus por iluminar-nos nas conferências, seminário, fóruns e reuniões periódicas, à equipe do Departamento de Educação, aos professores, aos especialistas, aos diretores, ao Sindicato dos Servidores, aos demais Departamentos da Prefeitura, às instituições, aos debatedores, aos membros do Conselho de Educação, aos membros da Comissão do PME, aos pais presentes nas conferências e, por fim, um agradecimento todo especial aos vereadores que entenderam a importância deste plano e votaram a favor de Capitólio. Pequenos erros corrigem-se, não há vida sem correção, sem retificação”, ressalta o diretor do Departamento de Educação João Antônio Alves.
No link abaixo a lei 1756 (17/06/15) - Plano Decenal de Educação.


http://www.capitolio.mg.gov.br/painel/conteudo/legislacao/isw_18062015-145134.pdf